Asia

Africa

Soundslides

Events

Espaço Mulher

Esboços e Ilustrações

Salmos 68.19-20

Introdução

“Bendito seja o Senhor que, dia a dia, leva o nosso fardo!” (SI 68.19)

A vida é muito difícil e complicada. Ela nos impõe muitas responsabilidades e sofrimentos. Já disse alguém que viver é sofrer. Deus não nos isenta de sofrimentos e dificuldades, mas nos oferece ajuda. Ele se dispõe a, diariamente, carregar o nosso fardo.

Meu amigo, o nosso estudo é um convite para o descanso em Deus.

O que é um fardo?


A palavra fardo significa literalmente “coisa ou conjunto de coisas, mais ou menos volumosas ou pesadas, que se destinam a transporte, carga, pacote, embrulho, volume”. Figuradamente
, significa “o que custa a suportar, ou o que impõe responsabilidades”(Aurélio).

Na língua grega, um fardo pode ser uma carga pesada e uma metáfora para as dificuldades. “Baros” significa um peso ou fardo físico, alguma coisa pesada (Mt20.12; At 15.28-29; 1 Tm 5.16). “Kopos” significa “ferir” ou bater. Assim tudo o que leva ao trabalho, ao esforço, à labuta, à dor, à opressão pode ser chamado fardo “Kopos”. Indica não apenas a atividade do esforço e da labuta e o processo de se cansar, mas também a fatiga e a exaustão decorrentes (Mt 6.28; Rm 16.6; 1 Tm 5.17).


Os tipos de fardos

O Fardo das Tradições Religiosas. Atam fardos pesados e difíceis de carregar e os põem sobre os ombros dos homens; entretanto, eles mesmos nem com o dedo querem movê-los (Mt 23.4). Os fariseus e os judaizantes da época de Jesus iam, além da Lei, exigindo dos fiéis o cumprimento de tradições humanas. Eram legalistas hipócritas. Há muitos fiéis hoje carregando os fardos pesados das tradições religiosas.

O Fardo do Sofrimento e da Perseguição. Porque não queremos, irmãos, que ignoreis a natureza da tribulação que nos sobreveio na Ásia, porquanto foi acima das nossas forças, a ponto de desesperarmos até da própria vida (2 Co 1.8). Viver é sofrer, já sabemos. Mas, às vezes, o sofrimento vem de forma avassaladora e constante. Quantos estão sofrendo por causa de doenças pessoais ou familiares? Quantos têm perdido entes queridos por doenças e tragédias urbanas como assaltos e sequestros? Paulo experimentou sofrimentos deses-peradores “a ponto de desesperarmos até da própria vida”.

O Fardo dos Vícios. Acautelai-vos por vós mesmos, para que nunca vos suceda que o vosso coração fique sobrecarregado com as consequências da orgia, da embriaguez e das preocupações deste mundo, e para que aquele dia não venha sobre vós repentinamente, como um laço (Lc 21.34). Jesus reconhece neste versículo a possibilidade de crentes viverem a opressão dos vícios sociais. Muitos têm carregado o fardo do vício mesmo após a conversão.

O Fardo do Sofrimento por Causa do Pecado Encoberto. “Enquanto calei os meus pecados, envelheceram os meus ossos pelos meus constantes gemidos todo o dia. Porque a tua mão pesava dia e noite sobre mim…" (Si 32.3-4). Deus pesa a sua mão de forma disciplinadora sobre aqueles que ocultam os seus erros e culpas. Davi experimentou o fardo do pecado encoberto e da consciência de culpa.

O Fardo de Carregar o Fardo dos Outros. Levai as cargas uns dos outros e, assim, cumprireis a lei de Cristo (Gl 6.2). A lei de Cristo se cumpre através do amor ao próximo. Mas, isso não é tarefa fácil. Há irmãos que são “fardos pesadíssimos”.

O Fardo das Preocupações com o Futuro. “…não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer, nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir (Lc 12.22). A ansiedade é o fardo mais marcante da natureza humana. O desconhecimento do futuro gera incertezas no presente. Estar ansioso é antecipar os sofrimentos do amanhã.

O Fardo da Opressão Demoníaca. E eis que uma mulher cananeia, que viera daquelas regiões, clamava: Senhor, Filho de Davi, tem compaixão de mim! Minha filha está horrivelmente endemoninhada (Mt 15.22). Há muitas pessoas possessas e oprimidas por demônios. É a escravidão espiritual. Veja o exemplo daquele homem de Gadara-Marcos5.1-20.

O Fardo Físico da Labuta Diária. “…dizendo: Estes últimos trabalharam apenas uma hora; contudo, os igualaste a nós, que suportamos a fadiga e o calor do dia" (Mt 20.12). O trabalho que é uma bênção de Deus pode se tornar, em excesso, um grande fardo. Esse método de qualidade total desenvolvido por algumas empresas tem o objetivo de tirar o máximo dos empregados. Há pessoas hoje que são escravas do trabalho. Vivem estressadas e deprimidas.

Resultado de imagem para jugo de jesus

Como aliviar-se dos fardos
Na obra clássica “O Peregrino”, John Bunyan narra a caminhada do “cristão” que buscava alívio para os seus pecados. Ele peregrinava com o fardo esmagador dos pecados, procurando alívio em diversas fontes. Foi quando o “intérprete” lhe apontou o Calvário. O “Peregrino”, então, reconheceu que Jesus Cristo morreu por ele. Nesse momento, ele recebeu Jesus como seu salvador pessoal, e transferiu o fardo para as mãos de Jesus.

É o que você deve fazer também para aliviar-se dos seus fardos. Mas, como?

Aceite o Convite de Jesus. Jesus convida a todos que se acham cansados e sobrecarregados: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei’ (Mt 11.28). Observe:

-Quem convida? Jesus, o Filho de Deus, Senhor e Salvador (Cl 1.13-23).
-A quem convida? Limita-se àqueles que se acham e se reconhecem cansados e sobrecarregados. Qualquer que seja o tipo de fardo opressor.
-A que convida? Para o alívio ou o refrigério da alma (SI 23.1-3).
-Como receber o alívio? Indo a Jesus pela fé. Primeiro, reconheça-se como um pecador arrependido; segundo, aceite o pagamento dos pecados que Ele fez por você na cruz; e terceiro, abandone toda prática condenada por Deus e aprenda mais e mais de Jesus (Mt 11.29).

Deixe de Lutar em Vão. O salmista Davi diz: “Bendito seja o Senhor que, dia a dia, leva o nosso fardo!…” (SI 68.19). Entregue o seu fardo para Deus e Ele o carregará. Spurgeon disse certa vez: “Uma pequena fé levará a vossa alma aos céus, mas uma grande fé trará os céus à vossa alma”. Se a sua alma se acha cansada e sobrecarregada por qualquer tipo de fardo e se você deseja alívio imediato, pela fé, entregue-se a Jesus. Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais ele fará (SI 37.5). Deixe de lutar em vão!

Humilhe-se Diante do Senhor. Pedro recomenda: Humilhai-vos, portanto, sob a poderosa mão de Deus, para que ele, em tempo oportuno, vos exalte, lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós (1 Pe 5.6-7).

Conclusão
Meu amigo, qual é o fardo que lhe tem oprimido? Entregue-o a Deus, agora. Somente Jesus poderá trazer auxílio para a sua alma cansada. Ele é o único que pode lhe trazer libertação e refrigério.

Autor: Pr Josias Moura Por Redação RadioJovem




Á Igreja dos Crentes, em DEUS nosso Pai, e no Senhor JESUS CRISTO: Graça e Paz a vós da parte de DEUS nosso Pai, e da do Senhor JESUS CRISTO!

Prezados irmãos e demais leitores do Blog Oséias 4-6, a seguir você confere o esboço da mensagem que eu ministrei hoje em um lar de uma família que faz parte de um projeto de Evangelismo chamado "Igreja no Lar", da Igreja Batista Nacional Jacarandás a qual hoje sou membro.

Confira:


Igreja no Lar -- 27/04/2018 -- 19:30 -- Sexta Feira

Igreja Batista Nacional Jacarandás


4° Reunião: Transformação e Maturidade Espiritual ---- Ministro Irineu Neto ---

1) Transforme-se!


Transformação: Mudança; qualquer tipo de alteração que modifica ou dá uma nova forma.

2 Coríntios 3-18: “E todos nós, com o rosto desvendado, contemplando, como por espelho, a glória do Senhor, somos transformados, de glória em glória, na sua própria imagem, como pelo Senhor, o Espírito.”

Isto ensina que o homem que se voltou para CRISTO e O reflete em sua vida, pois é transformado mais e mais em Glória, por CRISTO, que é O ESPÍRITO.

JESUS nos transforma completamente, apaga nosso passado cheio de falhas, pecados e sujeira e escreve uma nova história de vida para nós, um futuro de paz!

Os cristãos devem apreciar e realçar estes privilégios. Não devemos descansar sem conhecer o poder transformador do Evangelho, pela obra do ESPÍRITO, que nos leva a procurar ser como o caráter e a tendência do glorioso Evangelho de nosso Senhor e Salvador JESUS CRISTO, e a união com Ele.

Mudança de comportamento: Você descobrirá que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que se deseja tornar, e que o tempo é curto.

É mudar os resultados da sua vida!

Transformação começa quando teu passado é enterrado e teu futuro começa a ser projetado!
Passado enterrado, embora, não esquecido! Seu passado deve ser abordado como um professor e não como um psicólogo. Seu passado como um trampolim, não um sofá!

Você deve ressignificar seu passado e tirar das memórias, boas ou más, as melhores lições possíveis!

Enterrar: Sinais de transformação: ter vergonha dos pecados do passado!

Projetar:
  Para mudar, é preciso identificar seus erros e corrigi-los!

Para a correção é necessário processo! 

2) Maturidade Espiritual

Maturidade: Efeito ou circunstância da pessoa que se encontra numa fase adulta; estado das pessoas ou das coisas que atingiram completo desenvolvimento: maturidade comportamental, mental etc.

Hebreus 5-11 a 14
“A esse respeito temos muitas coisas que dizer e difíceis de explicar, porquanto vos tendes tornado tardios em ouvir. 
Pois, com efeito, quando devíeis ser mestres, atendendo ao tempo decorrido, tendes, novamente, necessidade de alguém que vos ensine, de novo, quais são os princípios elementares dos oráculos de Deus; assim, vos tornastes como necessitados de leite e não de alimento sólido.
Ora, todo aquele que se alimenta de leite é inexperiente na palavra da justiça, porque é criança.
Mas o alimento sólido é para os adultos, para aqueles que, pela prática, têm as suas faculdades exercitadas para discernir não somente o bem, mas também o mal.”


1 Reis 18-21 “Então, Elias se chegou a todo o povo e disse: Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o SENHOR é Deus, segui-o; se é Baal, segui-o.” 
Precisa saber que Somente o SENHOR é DEUS!

Mateus 16-24 “Se alguém quer ser um dos meus seguidores, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.”  
Se você não carregar tua cruz, alguém carregará por você e ficará sobrecarregado! Precisa saber que Somente o SENHOR é DEUS!

Romanos 12-2 “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”


>Você irá reconhecer quando DEUS atende teus pedidos do jeito certo, o Jeito Dele:<

““Eu pedi forças e Deus me deu dificuldades para me fazer forte;
Eu pedi sabedoria e Deus me deu problemas para resolver.
Eu pedi amor e Deus me deu pessoas com problemas para ajudar.
Eu pedi favores e Deus me deu oportunidades.
Eu não recebi nada que pedi, mas tive tudo o que precisava...””


3) Os Benefícios da Maturidade Espiritual para sua jornada

Imagem relacionada

-Maturidade vai fazer você saber que a tua luta não contra carne e sangue e sim contra principados e potestades, ou seja, não é contra a esposa, o marido, o vizinho ou o cunhado, é contra satanás e seus demônios; (Efe 6-12)
-Maturidade fará você reconhecer que teu pastor é homem falo e pecador e que pode cair, e também fará você avaliar se essa queda foi fruto de um mau caráter ou um ataque implacável do mal;

-Maturidade fará você ver o melhor nas pessoas, fara enxergar a Imagem e Semelhança de DEUS em cada uma delas;

-Maturidade lhe convencerá que DEUS te ama é ponto! Não há nada que você fazer para que JESUS te ame mais ou um pecado cometido para que Ele te ame menos;

-Maturidade abrirá seus olhos para que possa saber distinguir entre ventos de doutrina e a Verdadeira Doutrina Bíblica;

-Maturidade fará de você um conhecedor de tudo o que é realmente importante na vida; (família, amigos, saúde, comunhão, testemunho, vida Cristã, leitura da Bíblia, Salvação) 

-Maturidade mostrará que problemas são passageiros e que deve ainda mais se apegar á Salvação como seu bem maior;

2 Coríntios 5-17: E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas.
-Maturidade fará você reconhecer que o Fim é mais importante que o começo, e não importa como você começa,  importa como você termina;

-Maturidade te ensinará a ser prudente; (O que é prudência? É calcular o impacto das decisões)

-Maturidade te levará a reconhecer pessoas com problemas para ajudar, e saber que quem implica com você é infeliz; (Testemunho da conversão do João ex-espírita!)

-Maturidade é quando você para de tentar mudar os outros e se concentra em mudar a si mesmo;

-Maturidade é quando você é capaz de não ter expectativas em um relacionamento e se doa pelo bem de se doar;

-Maturidade espiritual é quando você é capaz de distinguir entre querer e precisar, desejo x necessidade;

-Maturidade é quando você para de buscar a felicidade em coisas materiais e pessoas!!

O Véu foi rasgado! Entre por esse novo e vivo caminho e se reposicione em DEUS!

Ao fim de uma caminhada Cristã, se reconhecendo como Pecador, se convencendo que precisa de Arrependimento você será Salvo e se Transformará em um Cristão maduro, então poderá falar como Jó:

Jó 42-5 “Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te vêem.”

Amém!

Assina, Irineu Siqueira Neto
Por Redação RadioJovem

Resposta: Mateus 24:36-44 declara: "Daquele dia e hora, porém, ninguém sabe, nem os anjos do céu, nem o Filho, senão só o Pai.... Vigiai, pois, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor... Por isso ficai também vós apercebidos; porque numa hora em que não penseis, virá o Filho do homem." 

À primeira vista, estes versículos parecem fornecer uma resposta clara e explícita à questão. Não, ninguém pode saber quando Jesus voltará. 

No entanto, esses versículos não dizem que ninguém jamais seria capaz de saber quandoJesus voltaria. A maioria dos estudiosos da Bíblia diria que Jesus, agora glorificado no céu, sabe o momento do Seu retorno, indicando que a frase "nem o Filho" não significa que Jesus nunca saberia quando voltará. 

Da mesma forma, é possível que, embora Mateus 24:36-44 indique que ninguém naquela época sabia o tempo do retorno de Jesus Cristo, Deus poderia revelar o tempo do retorno de Jesus Cristo para alguém no futuro.

Além disso, há Atos 1:7, que afirma: "A vós não vos compete saber os tempos ou as épocas, que o Pai reservou à sua própria autoridade." Isto foi dito por Jesus depois de os discípulos perguntarem-lhe se era naquele tempo que Ele restauraria o reino a Israel. Isto parece confirmar a mensagem de Mateus 24. Não é para sabermos o momento do retorno de Jesus. 

Entretanto, há também a questão de a qual retorno essas passagens se referem. Estão falando do Arrebatamento ou da Segunda Vinda? Qual retorno é incognoscível, o Arrebatamento a Segunda Vinda ou ambos? Embora o Arrebatamento seja apresentado como sendo iminente e misterioso, o momento da Segunda Vinda talvez possa ser conhecido com base na profecia do fim dos tempos.

Com isso dito, vamos ser bem claros: não acreditamos que Deus tenha revelado a ninguém quando Jesus voltará e não vemos nada nas Escrituras que indique que Deus de fato revelará a alguém quando Jesus está voltando. Mateus 24:36-44, embora direcionado diretamente ao povo no tempo de Jesus, também contém um princípio geral. 

O momento da volta de Jesus e o fim da era presente não são para nós sabermos. As Escrituras em nenhum lugar nos encorajam a tentar determinar a data. Pelo contrário, devemos vigiar "porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor" (v. 42). Temos que ficar "também vós apercebidos; porque numa hora em que não penseis, virá o Filho do homem" (v. 44). 

A força das palavras de Jesus diminuiria se em algum momento no futuro alguém fosse capaz de determinar quando Ele estará voltando. Se a data for descoberta, já não mais precisamos "vigiar" ou "ficar apercebidos". Assim, com o princípio de Mateus 24:36-44 em mente, não, não é possível saber a data do retorno de Jesus.

Apesar deste princípio bíblico claro, muitos ao longo da história cristã têm tentado profetizar a data em que Jesus voltaria. Muitas datas têm sido propostas e todas têm estado erradas. Houve duas datas recentes que foram popularmente propostas: 21 de maio de 2011 e 21 de dezembro de 2012. 

A data de 21 dezembro de 2012 está relacionada ao calendário maia, sem quaisquer dados bíblicos usados como prova. O “Dia de Julgamento” marcado como 21 de maio de 2011 foi proposto por Harold Camping da Family Radio. Deve-se ressaltar que Harold Camping havia previsto anteriormente que Jesus voltaria em 1994. 

Obviamente, Camping estava errado. Camping afirmou ter provas bíblicas para 21 de maio de 2011. Ao usar uma data especulativa de 4990 AC para o Dilúvio, então aplicar o "para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia" de 2 Pedro 3:8 aos sete dias de Gênesis 7:4 e, em seguida, contar os 7.000 anos de 4990, o ano de 2011 resultava. 

Então, com base em "no mês segundo, aos dezessete dias do mês" de Gênesis 7:11 e usando o calendário hebraico, a data de 21 de maio foi determinada. Então, houve qualquer validade à metodologia do Camping?

Primeiro, Camping convenientemente ignorou a segunda parte de 2 Pedro 3:8: "e mil anos como um dia". Além disso, 2 Pedro 3:8 não está fornecendo um método para datar o fim dos tempos. 

Ao contrário, 2 Pedro 3:8 está simplesmente dizendo que Deus está acima e além do tempo. Deus é eterno e infinito. Em segundo lugar, nada no contexto de Gênesis 7:4-11 indica que os "sete dias" e "dia dezessete do segundo mês" devem ser aplicados a outra coisa senão ao que Deus estava dizendo especificamente para Noé. Terceiro, o Dilúvio sendo datado a 4990 AC é especulativo na melhor das hipóteses, sem nenhuma evidência bíblica explícita. 

O cálculo de Camping de 21 de maio de 2011 se desfez mesmo sob o escrutínio bíblico mais básico. Agora, era possível que Jesus voltasse em 21 de maio de 2011? Sim, mas isso era tão possível quanto qualquer outra data. 

Será que a metodologia específica de Harold Camping teve qualquer validade bíblica? Não, não tinha. Infelizmente, Camping e outros certamente irão calcular novas datas futuras e tentarão explicar seus erros como "erros na fórmula" ou algo nesse sentido.

Os principais pontos são (1) a Bíblia nunca nos incentiva a tentar descobrir o tempo do retorno de Jesus Cristo e (2) a Bíblia não dá dados explícitos pelos quais o tempo do retorno de Jesus Cristo possa ser determinado. Ao invés de desenvolver cálculos especulativos para determinar quando Jesus voltará, a Bíblia nos incentiva a "vigiar" e "estar pronto" (Mateus 24:42-44). 

O fato de que o dia da volta de Jesus é desconhecido deve nos motivar a viver cada dia em função da iminência do Seu retorno.

Phonte: Got Questions
Por Redação RadioJovem



O fato é que algumas igrejas e milhares de cristãos simplesmente não sabem o que fazer quando falamos sobre a sexualidade humana em geral.

Esse é um tema importante e se faz necessário estudarmos a luz da Palavra para orientarmos e estarmos preparados para com sabedoria nos posicionarmos sobre o assunto.

Um dos argumentos que encontramos para defender o homossexualismo, é de que a Bíblia condena a prática apenas no Velho Testamento.

Vamos abordar algumas passagens:


Romanos 1:18-32

Romanos 1 tem muito a dizer sobre a natureza e o caráter do comportamento homossexual.

O objetivo de Paulo nestes primeiros capítulos é demonstrar que o mundo inteiro é injusto aos olhos de Deus e, portanto, precisa de salvação.

Em Romanos 1:18-32, ele se aproxima do mundo dos gentios, descrevendo a maneira como se afastou de Deus e abraçou a idolatria. Os detalhes particulares na passagem podem indicar que Paulo está usando a cultura greco-romana em torno de seus leitores como um exemplo.

A sociedade dos gentios enfrenta a ira de Deus porque suprimiu a verdade de que Deus revelou sobre si mesmo na criação (versículos 18-20). Nos versículos que se seguem, Paulo ilustra como isso aconteceu, dando três exemplos de como o que se sabe sobre Deus foi trocado por outra coisa:

– eles trocam a glória de Deus por imagens de criaturas (versículo 23);
– a verdade de Deus por uma mentira, levando a uma idolatria plena, adorando coisas criadas (versículo 25);
– rejeitam o conhecimento de Deus (versículo 28), trocando relações “naturais” por “não naturais”:

"Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro."
Romanos 1:26,27

Duas verdades importantes e sóbrias são evidentes a partir desses versículos:

1. O desejo homossexual não é o que Deus originalmente pretendia.

Isso não quer dizer que o desejo homossexual é a única coisa que Deus não pretendia originalmente. Todos os nossos desejos foram distorcidos pelo pecado. Mas Paulo descreve o comportamento homossexual das lésbicas e do sexo masculino como “não natural”.

Alguns argumentaram que isso se refere ao que é natural para as próprias pessoas, de modo que o que está em vista é as pessoas heterossexuais envolvidas em atividades homossexuais e, assim, contra suas “naturais” orientação.

De acordo com este ponto de vista, Paulo não está condenando todos os comportamentos homossexuais, mas apenas o que afeta as próprias inclinações sexuais da pessoa. Mas essa visão não pode ser suportada pela própria passagem.

As palavras para “natural” e “contra a natureza” não se referem à nossa experiência subjetiva do que nos parece natural, mas ao modo fixo das coisas na criação. A natureza que Paulo diz é que o comportamento homossexual contradiz o propósito de Deus para nós, revelado na criação e reiterado em toda a Escritura.

A referência de Paulo ao lesbianismo, bem como a conduta homossexual masculina, também apóia a idéia de que ele está condenando todas as atividades homossexuais e não apenas os relacionamentos homem-menino que ocorreram na cultura romana.

A força do idioma de Paulo aqui não deve nos fazer pensar que a conduta homossexual é a pior ou única forma de comportamento pecaminoso. Paulo pode estar destacando porque é um exemplo particularmente vívido e pode ter sido especialmente pertinente para seus leitores em Roma, dado seu contexto cultural.

2. Nossos desejos distorcidos são um sinal de que nos afastamos de Deus.

É importante reconhecer que Paulo está falando aqui em termos sociais e não individuais. Ele está descrevendo o que acontece com a cultura como um todo, em vez de pessoas específicas.

A presença do desejo do mesmo sexo em alguns de nós não é uma indicação de que nos afastamos de Deus mais do que outros, mas um sinal de que a humanidade como um todo o fez.

A presença de todos esses atos pecaminosos é um lembrete de que vivemos em um mundo que deliberadamente se afastou de Deus de várias maneiras e, portanto, está experimentando de certa forma antecipada da ira de Deus e cortejando seu derramamento final no dia do julgamento.

Mais uma vez, a atividade homossexual certamente não é o único ato pecador. Todos somos culpados. Mas enumerou entre eles como uma das maneiras pelas quais a natureza humana como um todo foi alterada do que Deus pretendia originalmente.

1 Coríntios 6:9-10

Paulo escreve:

"Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus."
1 Coríntios 6:9,10

Nestes versículos, Paulo está descrevendo diferentes tipos de pessoas que (se não se arrependerem) serão excluídas do reino de Deus.

Quatro tipos referem-se ao pecado sexual, e dois deles especificamente ao comportamento homossexual. Algumas traduções utilizam “homens que praticam a homossexualidade”, enquanto a NIV os traduz como “prostitutas masculinas e infratores homossexuais”.

O primeiro dos dois termos relativos à homossexualidade é a palavra grega malakoi, que traduzida literalmente significa “soft ones” ou algo como “efeminado”.

Em 1 Corintios 6 malakoi vem em uma lista descrevendo as formas gerais de pecado sexual, e o contexto sugere que Paulo provavelmente se refere a maneira ampla para se referir aos parceiros passivos em relações sexuais homossexuais, como estamos prestes a ver.

O segundo termo que Paulo usa é arsenokoitai. Este é um composto de “masculino” (arsen) e “intercourse” (koites, literalmente “cama”).

Estas são as duas palavras usadas na tradução grega de Levítico 18:22 e 20:13, sugerindo que Paulo está vinculando essas duas passagens. Paulo já fez uma ligação com Levítico em 1 Coríntios 5, onde ele condena a aceitação da igreja de um homem que vive com a esposa de seu pai usando linguagem que se faz eco de Levítico 18:7-8.

Para Paulo, os pecados sexuais que Levitico proíbe permanecem proibidos para os cristãos do Novo Testamento.

Então, o que isso significa para a nossa compreensão da homossexualidade?

O pecado homossexual é sério

Paulo diz que o homossexual que pratica o ato e não se arrepende, assim como todos os outros pecadores deliberados, não entrará no reino de Deus.

Paulo exorta seus leitores a não se enganarem nesse ponto. Ele assume que haverá aqueles que negam esse ensinamento e argumentam que algumas formas de conduta homossexual são aceitáveis ​​para Deus.

Mas Paulo é claro: a conduta homossexual leva as pessoas à destruição. Este é um problema sério.

O pecado homossexual não é único

A lista de Paulo inclui outras formas de pecado sexual (imoralidade sexual e adultério) e inclui formas não sexuais de pecado (embriaguez e roubo, por exemplo).

Não devemos implicar que o sexo homossexual é um pecado acima dos outros. Se devemos ser fiéis às Escrituras, também devemos pregar contra o roubo, a ganância, a embriaguez, a injúria e o fraude dos outros, muitos dos quais também são banalizados em nossa sociedade, e todos os quais também caracterizam os injustos.

O pecado homossexual não é invencível

Paulo continua:

"E é o que alguns têm sido; mas haveis sido lavados, mas haveis sido santificados, mas haveis sido justificados em nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito do nosso Deus."
1 Coríntios 6:11

Essas formas de comportamento não são apropriadas para a igreja coríntia, precisamente porque não é quem elas são mais. Alguns deles claramente tinham sido homossexuais. Eles já viveram dessa maneira. Mas não mais. Eles foram lavados, santificados e justificados; perdoados, purificados de seus pecados e separados para Deus.

Eles têm uma nova posição e identidade antes dele.

Por mais arraigado que seja no comportamento de alguém, a conduta homossexual não é inescapável. É possível que alguém que viva um estilo de vida gay seja tornado novo por Deus.

1 Timóteo 1:8-10

Aqui, Paulo escreve:

"Sabendo isto, que a lei não é feita para o justo, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas, Para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, e para o que for contrário à sã doutrina,'
1 Timóteo 1:9,10

Ele usa novamente o termo arsenokoitai (traduzido aqui por “sodomitas” como um termo abrangente para todas as formas de conduta homossexual.

Essas formas de comportamento caracterizam aqueles que não são “justos” e para quem a lei foi dada, para trazer a convicção do pecado e a necessidade de misericórdia.

Todas essas práticas contradizem a “doutrina sadia” e o evangelho. Eles não estão de acordo com a vida que os cristãos estão agora a liderar.

Conclusão

As tentativas de ler esses textos como algo diferente de proibições de comportamento homossexual não funcionam em última instância.

A leitura simples de cada passagem é a certa. É prática homossexual em geral, em vez de apenas certas expressões, que são proibidas nas Escrituras.

Tentar demonstrar o contrário é violar as próprias passagens. No entanto, esses mesmos textos listam a homossexualidade junto com muitas outras formas de comportamento que também estão contra a vontade de Deus.

As próprias passagens que nos mostram que a atividade homossexual é um pecado, deixa bem claro que não é um pecado único. É mais um exemplo do que está errado com todos nós.

Phonte: Livingout.org

Com Informações: Bíblia Comentada
Por Redação RadioJovem

Resultado de imagem para 2º Timóteo 1 - A Poderosa Palavra de DEUS para iniciar sua semana!

Texto básico Leia em  I Timóteo 3: 1 Esta é uma palavra fiel: se alguém deseja o episcopado, excelente obra deseja.
      Ola Povo de Deus a você que aceitou a Jesus, aqui neste estudo você vai aprender, o que é um verdadeiro obreiro de Deus, pois obreiros tem muitos, mas os Trabalhadores na obra de Deus são poucos. Veja só a ordem de JesusLucas 10:2 E dizia-lhes: Grande é, em verdade, a seara, mas os obreiros são poucos; rogai, pois, ao Senhor da seara que envie obreiros para a sua seara. Vemos aqui que nós já temos uma grande tarefa, que é de orar a Deus para que Deus tenha misericórdia e nos envie trabalhadores, homens de garra na obra de Deus para trabalhar, você pode até pensar assim  mas tem tantos pregadores nas igrejas nas praças nas ruas na rede social Televisão rádios e muito mais, são muitos , Pregadores , mas será que estes obreiros esta na vontade de Deus? Veja aqui: Jesus instruindo os discípulos, a respeito da Santa Ceia comer do corpo e beber do Sangue, os pregadores que o mestre estava ensinando foram embora e deixou Jesus falando só, que vergonha não é mesmo? João 6: 60 Muitos, pois, dos seus discípulos, ouvindo isto, disseram: Duro é este discurso; quem o pode ouvir? Os discípulos não gostaram da atitude de Jesus João 6: 66-67 Desde então muitos dos seus discípulos tornaram para trás, e já não andavam com ele. Então disse Jesus aos doze: Quereis vós também retirar-vos?
Obreiros de Deus, não são covardes sabe amar de verdade e é, moderado II Timóteo 1:7 Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação.
     Você é um obreiro de Deus? esta passando por algum sofrimento ? II Timóteo 2:3 Tu, pois, sofre as aflições, como bom soldado de Jesus Cristo. Sem duvida alguma que todos os obreiros de valor que este empenhado nesta Obra, sofre aflições é soldado valente. II Timóteo 2:6-7 O lavrador que trabalha deve ser o primeiro a gozar dos frutos. Considera o que digo, e o Senhor te dê entendimento em tudo. Todos os obreiros do Senhor são os primeiros, a saber, que seu trabalho não é em vão, pois esta sempre vendo a resposta de seu trabalho, não é somente material e sim também espiritual, pois Deus cuida de seusSalmos 126:5-6 Os que semeiam em lágrimas segarão com alegria. Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos. Obreiros, verdadeiro de Deus tenha sempre coragem e saibas que suas lagrimas breve terá um fim, e vale a pena, se alegre, pois Deus esta no negocio.
     O Verdadeiro obreiro de Deus ele sabe o que esta fazendo, é experimentando em sofrimento, sabe ser caluniado, sabe passar por quaisquer provas, sabe ter fartura e também ter abundancia, Filipenses 4:12 Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade. O obreiro é experiente, sabe o que esta fazendo, I Timóteo 3:6 Não neófito, para que, ensoberbecendo-se, não caia na condenação do diabo. Neófito é pessoa muito recente ao seu compromisso, ou seria começar muito cedo, primeiro aprenda esteja em oração, siba o que é ser um obreiro, e estando preparado vai e nunca mais volte para trás. Lucas 9: 62 E Jesus lhe disse: Ninguém, que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus. e muitos obreiros hoje estão olhando para trás, Posição, dinheiro, fama esta falando mais alto em muitos obreiros.
      O Obreiro ganancioso Seja com o titulo de Apostolo ou Pastor ou Bispo seja qual for, a ganância esta falando mais alto hoje em meio ao ambiente Evangélico, digo a cada um dos leitores que fico envergonhado ao saber de tantos Lideres de grandes igrejas, e muitas mesmo, que se seus obreiros são instruídos a levar grandes quantidades de finanças, entradas financeiras, esta tendo prioridade em quase todas as Igrejas, estes são obreiros FraudulentosII Coríntios 11: 13 Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo. Diz que esta falando a verdade, mas as suas atitudes esta mostrando quem são Tito 1: 16 Confessam que conhecem a Deus, mas negam-no com as obras, sendo abomináveis, e desobedientes, e reprovados para toda a boa obra. 
      Para ser um obreiro de Deus tem que ser provado e aprovado, não se faz obreiros de qualquer maneira não, vemos hoje tantos e tantos obreiros que não tem experiência com a obra de deus e esta somente pensando em si próprio, e não na obra de Deus, Timóteo 3: 10 E também estes sejam primeiro provados, depois sirvam, se forem irrepreensíveis. Então os obreiros tem que passar por um teste, se for irrepreensível, não tendo necessidade de ser repreendido ai então este pode trabalhar que vai ser benção.

Membros do corpo de Cristo, não são membros de igrejas Obreiros do Senhor, pois os membros de igrejas só faz o trabalho dentro de uma determinada igreja, e os membros do Corpo de Cristo obedece ao seu Senhor que é Cristo, e gera Obreiros, Mateus 28:19-20 Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém. Este ide de Jesus, é para todos os membros do seu corpo que são Obreiros que já aceitou a Jesus e esta envolvido nesta batalha, ao aceitar a Cristo já sai falando desta maravilha.
     Foi confiado aos discípulos e entregue as ferramentas Atos 1: 8 Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e serão testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Sumária, e até aos confins da terra. O verdadeiro obreiro de Deus tem estas ferramentas, testifica de Jesus em todas as partes, e tem a virtude do Espírito de Deus em sua caminhada, muito obreiro não entende nada sobre o Reino de Deus e estão ensinando errado I Timóteo 1:7  Querendo ser mestres da lei, e não entendendo nem o que dizem nem o que afirmam. O Obreiro do Senhor aprendeu com seu mestre e não fica envergonhado, Tiago 1:5 E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada. De maneira alguma Deus, vai permitir que seus obreiros passassem vergonha não sabendo nada, ao abrir a boca Deus já coloca as palavras, Efésios 6: 19 E por mim; para que me seja dada, no abrir da minha boca, a palavra com confiança, para fazer notório o mistério do evangelhoDeus foi com Moisés, Salmo 81: 10 Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da terra do Egito; abre bem a tua boca, e ta encherei. 
     O Momento de fazer a obra de Deus é já e agora João 9:4 Convém que eu faça as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar.
     O Verdadeiro obreiro de Deus gosta mais de ouvir do que falar, pois ao ouvir a fé esta sendo alimentada e vai só aumentando. Romanos 10: 17 De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus. Não se envolve com riquezas deste mundo, ou seja, seu coração não esta nas coisas deste mundoMarcos 8: 36 Pois, que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma? Mateus 16: 26 e Lucas 9: 25.
     Nós os obreiros não somos Super-herói, que vamos conseguir fazer tudo e sozinho, Temos que nos preparar, mas como estar preparado? Ou vamos var as qualidades de Um Obreiro de Deus aqui. Efésios 6: 11 Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Obreiro preparado revestido, tem que ter fé e também acompanhado com as obras, Tiago 2:22 Bem vês que a fé cooperou com as suas obras, e que pelas obras a fé foi aperfeiçoada.  só as obras não adianta obreiro tem que acreditar em Deus crer em seu trabalho Efésios 2:9 Não vem das obras, para que ninguém se glorie; O Obreiro tem que lutar para uma verdadeira perfeição em sua vida, II Timóteo 3:17 Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra. 
 Agradeço a cada um dos leitores que Deus abençoe.

Por Redação RadioJovem


Mulher virtuosa, quem a achara? o seu valor muito excede ao de rubins (Pv 31.10). O rubi é uma pedra vermelha cor de sangue vivo, e é considerada como uma das pedras mais valiosas e duras do mundo. O valor do rubi e semelhante ao do diamante. Porém a mulher virtuosa, a Bíblia diz que seu valor excede muito ao dos rubins. Veja que o nome rubi está no plural. Que valor tão alto tem a mulher virtuosa! A Bíblia fala que mulher sábia edifica a sua casa (Pv 14.1). Interessante, que a Bíblia não diz que é o homem sábio que edifica, mas sim a mulher. Uma mulher é sem dúvida uma coroa de gloria, tanto para sua familia, quanto nas mãos de Deus. Quando Deus fez o homem, viu que ele não estava completo sem a presença femenina, então fez a mulher. Certamente ela veio preencher o vazio que estava no coração de Adão, fazendo-lhe feliz, e, quebrando aquela solidão. O Jardím do Éden ficou mais colorido, muito mais harmonioso com a presença daquela criatura delicada e bela vivendo nele. A Bíblia diz que quando Deus acabou de fazer o homem é a mulher, Ele viu que tudo quanto tinha feito era muito bom (Gn 1.31). Certamente, quando o homem e a mulher, andam nos caminhos do Senhor e com sabedoria criam seus filhos, não existe nada melhor e prazeiroso. O salmo 128 retrata muito bem isso quando diz: Bem aventurado aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos. Pois comerás do trabalho de tuas mãos: feliz serás, e te irá bem. A tua mulher será como a videira frutifera aos lados da tua casa". Que felicidade, que harmonia, que coisa tão bela. Um hábil pintor tem aqui um quadro lindo para pintar; um dotado poeta tem aqui uma materia prima para a mais linda poesia e canto; e Deus tem nesse lár um lugar para manifestar sua graça, unção e poder. Parabéns mulheres virtuosas. Mulheres de todas as classes sociais. Médicas, professoras, agricultoras, poetizas, advogadas, deputadas, presidentas, executivas, rendeiras, bordadeiras. Mulheres que cuidam do lár, verdadeiras professoras da educação infantil, pois uma boa educação na infância, o filho não esquece jamais. Mulheres cristãs, que honram o nome de Jesus. Pregadoras, ensinadoras, missionárias, maestrinas de corais, dirigentes de círculos de orações, esposas de pastores: PARABÉNS, PARABÉNS, PARABÉNS. Pr Daniel Nunes 

Por Redação RadioJovem



Essas palavras Jesus expressou por ocasião da festa dos tabernáculos. Essa festa acontecia no mês de setembro, no fim desse mês. Também era conhecida como a Festa da Colheita, pois era uma festa de ação de graças por todas as colheitas, quer dizer, da cevada, do trigo e da uva. O povo de Israel saía de suas casas e fazia tendas de paredes de ramos e coberturas de folhas de palmeiras, relembrando assim o tempo que passaram como peregrinos no deserto rumo a Canaã (Lev 23. 40-43).
Essa era uma comemoração histórica para o povo de Israel. Naquele momento, quando ricos e pobres, vindo com seus ramos ao templo, faziam como um corredor de palmas,e, o sacerdote, saía com uma vazilha de mais ou menos um litro e meio, enchia na fonte de Siloé, e voltando, derramava sobre o altar, enquanto o povo cantava Isaias 12.3: "E vós com alegria tirareis águas das fontes de salvação". Também davam graças a Deus pelas chuvas que lhes tinham proporcionado tão grande colheita.
Foi, exatamente nesse momento que ressoa a voz de Jesus: "Se alguém tem Sede, venha a mim e beba"(Jo 7.37). Jesus chamava a atenção dos judeus, que aquela água que o sacerdote buscava no tamque de Siloé, apenas saciava a sede material, mas, Ele poderia saciar a sede do interior do homem.
Quantos de nós, estamos preocupados apenas com os bens desta terra, porém, Jesus nos oferece o bem maior, a riqueza imensuravel, a salvação de nossas almas. Vamos pois a Ele!

Pr. Daniel Nunes

Por Redação RadioJovem

galery