Asia

CLEVERSON

CLEVERSON

Africa

Soundslides

Events

Espaço Mulher

Saúde




Vivemos dias em que o cuidado ambiental se torna mais presente na consciência popular. Projetos de educação ambiental, tanto por iniciativa dos governos quanto por iniciativa da sociedade organizada, ganham cada vez mais espaço na mídia. Levantam-se perguntas, tais como: qual seria a melhor forma de descartar o lixo? 

Que métodos de reciclagem reaproveitam os materiais descartados com mais produtividade e menos agressividade ambiental? O que fazer com a “sucata”?

 No caso desta última indagação, as ideias se multiplicam, a saber: obras de arte feitas desucata, expostas em museus conceituados do mundo inteiro; roupas de grifes famosas, feitas com sucata, exibidas por modelos internacionais durante as “semanas da moda”; projetos de decoração feitos de sucata, assinados por designers e arquitetos de renome; entre outras utilizações que levam as pessoas a se perguntarem: foi “feita de sucata”? 

Apesar de todo esse esforço para tornar nobre o uso conceitual da sucata, subjaz a verdade de que “sucata é sucata” e “sucatear” continua a ter uma conotação negativa, a exemplo desta expressão: “a indústria brasileira está sucateada”.

Como se pode ver, a sucata já está presente em muitos lugares, ambientes e realidades. Mas, será que ela já se encontra dentro das igrejas? Não, eu não me refiro à presença de materiais provenientes de sucata usados nas dependências físicas de uma igreja, tais como prédios, salas e instalações; refiro-me à “sucata do mundo”!

Há algumas décadas, os países que outrora alavancaram as maiores iniciativas missionárias viram surgir, dentro de seus territórios e em diversas denominações evangélicas, um movimento que clamava por “contextualização”. 

O que era um movimento se transformou numa corrente teológica, advogada em vários congressos teológicos mundiais e que pode ser denominada de “Teologia da Contextualização”, com reflexos avassaladores na igreja evangélica brasileira (p. ex., um bloco de carnaval especializado em samba “gospel” que canta e dança pelas ruas do Rio de Janeiro, minha cidade natal, com o intuito de “evangelizar” os foliões! Afinal, como propôs o “reverendo” Maquiavel, “os fins justificam os meios”, embora ele nunca tenha escrito isso na sua famosa obra O Príncipe).

Não há dúvida de que o Senhor Jesus, o apóstolo Paulo e outros servos fiéis souberam se situar dentro dos contextos em que estiveram neste mundo, sem comprometer a “fé e a boa consciência” (1Tm 1.19). Entretanto, a proposta anômala dessa contextualização extremada é a de que a Igreja precisa se tornar como o mundo para ganhar o mundo.

O pastor John F. MacArthur Jr., em seu livro intitulado Com Vergonha do Evangelho, confronta essa sutileza perversa nos seguintes termos:

O conceito de que a Igreja precisa se tornar como o mundo a fim de ganhar o mundo para Cristo alcançou o evangelicalismo como uma tempestade súbita. Hoje em dia, cada atração mundana tem sua imitação “cristã” [...]. De onde os cristãos tiraram a ideia de que poderiam ganhar o mundo ao imitá-lo? Será que existe qualquer resquício de justificativa bíblica para esse tipo de pensamento? Muitos especialistas em Marketing afirmam que existe e já convenceram uma miríade de pastores. Ironicamente, costumam citar o apóstolo Paulo como alguém que defendeu a adaptação do Evangelho ao gosto do auditório. 

Um deles escreveu: “Paulo nos legou aquilo que eu considero a perspectiva mais rica do marketing nas comunicações; o princípio que chamaremos de contextualização (1Co 9.19-23). Paulo... estava disposto a moldar sua comunicação de acordo com as necessidades dos ouvintes, para obter os resultados que desejava”. “O primeiro a utilizar o marketing na igreja foi o apóstolo Paulo”, ecoa outro. Afinal de contas, o apóstolo realmente escreveu: “Fiz-me fraco para com os fracos, com o fim de ganhar os fracos. 

Fiz-me tudo para com todos, com o fim de, por todos os modos, salvar alguns. Tudo faço por causa do evangelho, com o fim de me tornar cooperador com ele” (1Co 9.22-23). Seria isso uma ordem para nos servirmos do pragmatismo no ministério? Estaria o apóstolo sugerindo que a mensagem do evangelho pode ser ajustada para atrair as pessoas, acomodando-se aos apetites que elas têm por certas diversões e agradando seus vícios prediletos?1

Para o pragmático, a prioridade é saber se determinada prática é vantajosa, sem preocupação se tal prática está ou não de acordo com a Bíblia.

É evidente que o apóstolo Paulo, quando disse: “... tudo faço por causa do evangelho...”, não estava sugerindo que a mensagem do Evangelho e a sã doutrina fossem diluídas para satisfazer os desejos mundanos dos descrentes, muito menos as paixões carnais dos crentes. 

Contudo, a sucata do pragmatismo acoplada estrategicamente à sucata mercadológica do marketing se apresentam hoje como a solução para salvar a Igreja do Senhor Jesus dessa “crise” que, segundo pensam, pode levá-la à “extinção”. É como se dissessem: “Acuda, Jesus precisa de ajuda!” Que piada de mal gosto com o Único e “... Soberano Senhor...” (At 4.24; 2Pe 2.1; Ap 6.10).

Esse pragmatismo, sistematizado filosoficamente por Charles Sanders Peirce, William James e John Dewey, se infiltra sutilmente na Igreja com a concepção de que as metodologias que “funcionam” são mais relevantes e viáveis do que as metodologias bíblicas. 

O pragmatismo tem suas raízes no darwinismo e no humanismo. É essencialmente relativista a ponto de descartar qualquer noção que defina absolutos, tais como: certo e errado; bem e mal; verdade e mentira. O pragmatismo define a verdade como aquilo que é útil, significativo e benéfico. 

Para o pragmático (tenha ele o título de: pastor, evangelista, teólogo, diretor de organização missionária, professor de faculdade teológica, autor de livros cristãos, editor cristão, músico cristão, fundador de ONG cristã, político cristão, psicólogo cristão, dramaturgo e coreógrafo cristão, etc.) a prioridade é saber se determinada prática é vantajosa (seja lá por qual critério for), sem a mínima preocupação se tal prática está ou não de acordo com os princípios, modelos e exemplos bíblicos. 

O pragmático começa a desenvolver sua estratégia de “evangelização” com a seguinte pergunta: “Do que os incrédulos gostam?” A partir daí, adapta o conteúdo de sua mensagem e delineia suas iniciativas. Entretanto, dizem eles: “É o que dá resultado!” E continuam a se deliciar com “a igreja cada vez mais cheia de gente vazia!”

Não há como negar que a origem de toda essa sucata é o mundo. A Bíblia categoricamente afirma: “Sabemos que somos de Deus e que o mundo inteiro jaz no Maligno” (1Jo 5.19 – ARA). Nesse texto, a palavra “mundo” (originária do termo grego kosmos) assume sua conotação eticamente má, para se referir à humanidade descrente e alienada de Deus, organizada pelo “príncipe deste mundo” (i.e., o Diabo; o Maligno; cf. Jo 16.11), em oposição a Jesus Cristo, à Sua Palavra e àqueles que pela fé O seguem. 

O verbo “jazer” traduz o termo grego keimai, o qual, dentre outros significados, expressa a ideia de “deitar”, “estar sepultado” ou “encontrar-se sob o cruel domínio de alguém”, no caso, sob o controle de Satanás, o “Maligno”, o “deus desta era” (2Co 4.3-4). 

O apóstolo João, na sua primeira epístola, flagrou, já no final do primeiro século d.C., a penetração sorrateira da mentalidade gnóstica na Igreja e, impelido pelo Espírito Santo, combateu o gnosticismo esotérico que promovia uma falsa espiritualidade, centrada no conceito dualista de que o espírito é integralmente bom e a matéria é integralmente má. 

Esse engodo, mesclado com a Fé Cristã, gerou distorções na convicção de muitos sobre a salvação do ser humano, sobre a Pessoa divino-humana de Jesus Cristo, sobre o procedimento dos crentes, já que a crença gnóstica pregava a necessidade de rigor ascético no trato com o corpo (i.e., a matéria corpórea), mas descompromissava moralmente o indivíduo, sob a justificativa de que o corpo é inerente mau, o que resultou numa espécie de ascetismo pseudocrístão e numa licenciosidade imoralmente mundana. 

Em 1João 2.15-17, o apóstolo escreve: “Não amem o mundo nem o que nele há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Pois tudo o que há no mundo – a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens – não provém do Pai, mas do mundo. O mundo e a sua cobiça passam, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre”. 

Diante do fato de que “o mundo jaz no Maligno” e de que “tudo o que há no mundo [...] não provém do Pai, mas do mundo”, somente alguém realmente mundano conceberia a ideia de que o mundo, no sentido eticamente mau do termo kosmos, pode oferecer meios e recursos que atraiam os descrentes para o verdadeiro Jesus ou que edifiquem os verdadeiros crentes em Cristo. 

Por isso, o apóstolo Paulo alerta: “Tenham cuidado para que ninguém os escravize a filosofias vãs e enganosas, que se fundamentam nas tradições humanas e nos princípios elementares deste mundo, e não em Cristo” (Cl 2.8).

Essa mentalidade do “tem de tudo para todos”, geralmente aplicada a vários segmentos do comércio e do entretenimento, já entrou aplaudida pela porta da frente das igrejas. 


O pastor, pensador e escritor, Aiden Wilson Tozer (1897-1963), num de seus livros, intitulado A Raiz dos Justos, observa, com agudez, o modo pelo qual a Igreja de sua época já tinha se prostrado diante do “grande deus Entretenimento”:

Por séculos a Igreja se manteve solidamente contra toda forma de entretenimento mundano, reconhecendo-o pelo que era – um meio de desperdiçar o tempo, um refúgio contra a perturbadora voz da consciência, um esquema para desviar a atenção da responsabilidade moral. Por isso ela sofreu rotundos abusos por parte dos filhos deste mundo. 

Mas, ultimamente, ela se cansou dos abusos e parou de lutar. Parece ter decidido que, se ela não consegue vencer o grande deus Entretenimento, pode muito bem juntar suas forças às dele e fazer o uso que puder dos poderes dele. Assim, hoje temos o espantoso espetáculo de milhões de dólares derramados sobre o trabalho profano de providenciar entretenimento terreno para os, assim chamados, filhos do Céu. Em muitos lugares, o entretenimento religioso está eliminando rapidamente as coisas sérias de Deus. 

Em nossos dias, muitas igrejas têm se transformado em meros teatros pobres, onde “produtores” de quinta categoria mascateiam suas mercadorias falsificadas com total aprovação de líderes evangélicos conservadores, os quais são capazes de citar um texto das Escrituras Sagradas em defesa de sua delinquência. E raramente alguém ousa levantar a voz contra isso. 2

A evidência da sucata do mundo nas igrejas testemunha contra a soberania de Deus na salvação do homem e na edificação do crente em Cristo.

A evidência da sucata do mundo nas igrejas testemunha contra a soberania de Deus na salvação do homem e na edificação do crente em Cristo; testemunha contra a glória de Jesus Cristo na “igreja de Deus, que ele comprou com o seu próprio sangue” (At 20.28), pois exalta o ser humano e a necessidade humana como o centro de tudo, a fim de justificar a utilização de todo e qualquer meio que produza certa “impressão de bem-estar” (Pv 1.32 – ARA). 

O Senhor Jesus garantiu que Ele mesmo edificará soberanamente Sua Igreja e lhe dará vitória sobre a morte, ao asseverar: “... e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do Hades [i.e., ‘mundo dos mortos, reino da morte, sepultura ou morte’] não poderão vencê-la” (Mt 16.18).

O autêntico Evangelho de Cristo continua a ser “o poder de Deus para a salvação de todo aquele crê” (Rm 1.16) e a Palavra de Deus, a Bíblia, continua a ser “viva e eficaz” (Hb 4.12), “... útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto [i.e., ‘maduro, completo’] e plenamente preparado para toda boa obra” (2Tm 3.16-17). 

Para agradar a Cristo, o seu Cabeça, a Igreja não precisa da sucata do pragmatismo, da mercadologia marqueteira, da franchising que “instantaneamente” produz igrejas idênticas em qualquer parte do mundo como se fosse “pipoca de micro-ondas”, do psicologismo terapêutico, do Teísmo Aberto, de uma Teologia da Missão Integral, da espetacularização dos cultos, entre outras “sucatas”.

Sabemos que “ninguém pode colocar outro fundamento além do que já está posto, que é Jesus Cristo” (1Co 3.11), pelo que, um dia, todos nós, crentes em Jesus, prestaremos conta “perante o tribunal [i.e., ‘tribuna’] de Cristo” (2Co 5.10). Portanto, é imprescindível que “cada um veja como edifica” (1Co 3.10 – ARA). 

Jamil Abdalla Filho

Notas:
1) John F. MacArthur Jr., Com Vergonha do Evangelho (Editora Fiel, 2010), p. 100-101.

2) Aiden Wilson Tozer, O Melhor de A. W. Tozer, 3ª ed. (Mundo Cristão, 2007), p. 111.

Phonte: A Chamada

Por Redação RadioJovem

Como já mencionámos anteriormente, o limão tem muitas propriedades benéficas para a nossa saúde. Para além disso, esse citrino tem um sabor incrível, por isso é bastante utilizado em refeições e bebidas. Mas você sabe o que acontece quando um limão está congelado? Ele ajuda a tratar diabetes, câncer e tumores e pode até nos ajudar a perder peso! Os flavonóides existentes no suco de limão possuem antioxidantes, muito úteis para tratar uma série de doenças. Já a casca de limão é capaz de ajudar a estimular o sistema imunitário, reduzir os níveis de colesterol e impedir o desenvolvimento de qualquer tipo de câncer. Para além do mais, a raspa de limão tem um efeito anti-microbiano, que é muito útil na prevenção de infeções bacterianas e fúngicas. Isso é muito importante para eliminar parasitas e vermes do corpo, e para a remoção da gordura em excesso. Os limões são ótimos para desintoxicar, e existem várias formas de o tomar: limonada, chá de limão, entre outros. Saiba mais sobre esse poderoso citrino abaixo! Agora vamos lhe mostrar resumidamente alguns das vantagens que esse citrino traz para a nossa saúde: – Previne o câncer e reduz o risco de acidente vascular cerebral. – É ideal para o tratamento de inflamações. – Melhora a nossa imunidade. – Ajuda a prevenir os sintomas da asma. – É muito eficaz contra bactérias perigosas. – É um excelente tratamento para o estresse e depressão. – Ótimo para os rins e para limpar o fígado. Limões para o câncer Geralmente, os limões são ricos em vitamina Ce, que se concentra no suco de limão. De acordo com a última pesquisa, a casca do limão tem nutrientes com muito potencial para destruir e remover o lixo tóxico do nosso corpo. Essa é a principal razão pela qual esse alimento é usado ??com muita frequência em tratamentos de pessoas com câncer. Para além disso, os cientistas têm vindo a fazer testes com limões para matar células cancerosas. Depois de algumas experiências, eles verificaram que os limões congelados são capazes de destruir cerca de 12 tipos diferentes de células cancerosas e malignas, incluindo as do câncer do pâncreas, cólon, mama, próstata e pulmão. Vários estudos demonstraram que esses citrinos congelados podem ser mais eficientes na destruição do câncer do que a quimioterapia. Eles são muito mais saudáveis e seguros, para além de não possuírem efeitos secundários. Estudos também provaram que o suco de limão pode matar as células cancerosas deixando as células saudáveis ??intactas! Como tirar o máximo partido dos limões? A casca de limão possui 10 vitaminas. A maioria dos antioxidantes encontrados em frutas vêm da sua casca, não da polpa. Por isso, com essa receita você vai ser capaz de obter mais benefícios desse citrino! 1. Lave limões com vinagre de maçã ou bicarbonato de sódio. 2. Em seguida, lave com água e seque com um pano. Agora congele os limões durante a noite. 3. Depois de congelar os citrinos, você pode ralar todo o limão com casca e polpa, sem jogar nada fora. 4. Verta o limão ralado em uma bandeja de gelo e congele novamente. Agora você está pronto a utilizar esse produto milagroso. Pode consumir essa raspa de limão congelado de várias maneiras: em seus pratos ou até smoothies. Uma uma colher de sopa de limão ralado será suficiente. Experimente e conte-nos os resultados! Consulte sempre seu médico.. Remédios naturais também tem efeitos colaterais fonte: historiascomvalor


Por Redação RadioJovem

O açafrão-da-terra (ou cúrcuma) é um tesouro da medicina indiana e chinesa.
Isso não é à toa, tudo se deve às propriedades anti-inflamatórias muito presentes na raiz.
Mas é bom fazer um esclarecimento, porque sempre alguns leitores desavisados comentam, nas nossas
redes sociais, pensando que estamos falando do caríssimo açafrão em estigmas.
Nada disso!
Estamos falando do açafrão-da-terra, um rizoma de nome científico Curcuma longa, muito barato e acessível a todos.
O açafrão é bom para um bocado de coisas, como:
– Dores no peito
– Icterícia
– Flatulência
– Hemorragia
– Cólicas
– Problemas menstruais
– Dor nos dentes
– Contusões
Se você não sabe, o efeito anti-inflamatório do açafrão é maior do que muitos anti-inflamatórios comerciais.
Com a vantagem de, além de ser eficiente, não causar efeitos colaterais.
O açafrão também tem sido muito usado para tratar:
– Inflamações no intestino como a colite ulcerativa
– Doença de Crohn
– Artrite
– Fibrose cística
– Doença de Alzheimer
– Mau colesterol
– Derrame
– Câncer
Há varias formas de se aproveitar o açafrão para benefício próprio.
Conheça algumas:
1. Dores
Misture sal do Himalaia com açafrão numa proporção de 1:2.
Em seguida, adicione um pouco de água.
Feito isso, aplique a pasta na área afetada e deixe agir por 20 minutos.
Repita o procedimento diariamente, pois, além de remover as dores, também tira o inchaço.
2. Desinfectar pequenos cortes
Aplique açafrão na ferida previamente limpa, depois enrole com gaze.
3. Analgésico natural
4. Colorir alimentos de forma natural
É só colocar um pouco de açafrão na comida e ela ficará com uma aparência melhor.
acafrao_-_agua_morna.jpg
5. Imunidade e longevidade
Tome a água de açafrão todos os dias de manhã, em jejum, para aumentar a imunidade e prevenir doenças.
Amorne um copo de água e acrescente meia colher (chá) de açafrão-da-terra, um limão espremido na hora e um pouco de mel puro (se não tiver diabetes)
Assim, você vai evitar muitos problemas de saúde.
6. Reduzir dores no estômago (o chá acima ou abaixo)
7. Trata azia
Prepare um chá com uma colher (chá) de açafrão em pó ou uma colher (sopa) do ralado e quatro xícaras de água fervente.
Tome ao longo do dia.
8. Combate caspa
Misture óleo de coco e açafrão e passe no couro cabeludo.
Deixe agir por 15 minutos e lave.
9. Pele brilhosa/oleosa
Misture 1/3 colher (chá) de açafrão com uma clara de ovo e 1/2 colher (chá) de suco de limão.
Aplique a mistura no rosto e deixe agir por 10 ou 15 minutos – não se exponha ao sol.
Faça sempre à noite, duas ou três vezes por semana.
10. Tratar pele queimada: misture um pouco de açafrão em pó com o gel da babosa e passe na pele.
12. Clarear os dentes
Misture uma colher (chá) de açafrão com 3 colheres (chá) de óleo de coco e 2 colheres (chá) de bicarbonato de sódio.
Assim, você terá uma pasta caseira e natural.
Aplique na escova e escove os dentes normalmente.
13. Máscara facial para olheiras, acnes, rosácea
Misture uma colher (chá) de água, um colher (chá) de mel e uma colher (chá) de açafrão.
Aplique a máscara no rosto e deixe agir por 3 minutos
Depois enxágue normalmente.

Por Redação RadioJovem
“Isso assustou um pouco, mas sei que posso contar com o apoio da minha família e dos meus amigos que, inclusive, já fizeram chá de bebê para receber doações para os meninos. Vamos conseguir criá-los porque temos muito amor e força para superar as dificuldades”, disse.
O nascimento de trigêmeos também mexeu com a rotina da família de Marta, que está há 45 dias na Maternidade Peregrino Filho.
“Eu disse ao médico que ele estava mentindo. Mas só depois que eu ouvi os batimentos dos corações deles, é que acreditei. Meu marido quase caía pra trás, mas aceitou e está muito feliz”, relatou.
De acordo com o médico Paulo Athayde, diretor clínico da maternidade, toda gravidez múltipla é de alto risco, especialmente se houver mais de duas crianças.
“Hoje, com os avanços da medicina e seguindo as orientações necessárias para o adequado desenvolvimento dos fetos, é possível que a gestação prossiga sem maiores transtornos. É claro que muito disso se deve à mãe e À assistência que ela recebe durante esse período. O pré-natal bem feito, especialmente nestes casos, faz toda a diferença”, ressaltou.
Por Redação RadioJovem


Por Redação RadioJovem


Dez surpreendentes benefícios à saúde ao se consumir alho

O Alho é bem conhecido como um remédio natural para se manter a saúde e que ao longo da história humana tem sido muito utilizado por todas as culturas para o tratamento de várias doenças. É extremamente fácil de se obter o alho na maioria dos países e podem ser preparados ou consumidos frescos.

Ele pode ser facilmente incluído na sua alimentação ou pode ser consumido por conta própria. Você não precisa se limitar ao alho fresco também. Alho em pó ou flocos de alho secos são
tão eficazes e super fácil de se manter no armário para o consumo diário.

Recomenda-se que adultos consumam mais de dente cravo de duas ou três vezes por dia e que as crianças com um quarto à metade de um dente, uma ou duas vezes por dia.


Como você vai ver na lista abaixo, alem de ser um saboroso tempero universal de quase todos os pratos cozidos, o alho tem algumas habilidades incríveis para ajudar na saúde em nossas vidas diárias.

Quando usado para fins medicinais, o alho pode ajudar a tratar uma ampla variedade de doenças, bem como fazer o seu jantar ter um gosto incrível .

Se você está interessado em saber como o alho pode ser usado para ajudar na sua saúde, sente-se e leia os nossos 10 benefícios surpreendentes do consumo do alho para nossa saúde!

O alho tem sido usado para ajudar os bebês a ganhar peso enquanto estão no útero. Da próxima vez que você tiver um bebê se preparare para ter bafo de alho. Exceto se você tem um histórico de bebês grandes, caso em que talvez você queira pular as doses extras?

O alho fortalece o sistema imunológico, bem como ajuda a combater infecções no peito, tosse e congestão. Nos meses de inverno o alho é um ótimo alimento para reforçar o seu sistema imunológico e evitar gripes e resfriados. Um remédio popular antigo é comer um dente de alho que foi mergulhado em mel no primeiro sinal de um resfriado. Por que não experimentá-lo e ver se ele funciona para você?

O alho contém altos níveis de iodo o que o torna um produto muito eficaz no tratamento para as condições de hipertireoidismo. O tratamento com alho mostrou melhorar significativamente esta condição.

O escorbuto é tratado pela vitamina C e o alho contém bons níveis de vitamina C também.
O Folclore popular diz que o alho é bom para mais do que assustar vampiros famintos e mantê-los longe! A impotência tem sido tratada com alho, e o tratamento continua em muitas comunidades até hoje. Por que não tentar tratar-se com alho por vários meses antes de ir ao médico para que receite Viagra?

A doença cardiovascular pode ser reduzida por meio da ingestão de alho. O colesterol LDL não é amigo de alho e os depósitos de placas na aorta que se reúnem nas paredes das veias do seu corpo pode ser reduzido com o uso de alho também. Estudos têm demonstrado os benefícios surpreendentes de se ingerir alho em relação à doença cardíaca.


Infecções vaginais fúngicas e bacterianas são eliminadas quando tratadas com alho! Quando esmagado ou moído, o alho libera alicina que é um composto sulfúrico, que é um antibiótico natural. 

Os soldados durante a I Guerra Mundial, usavam alho esmagado em feridas infectadas sofridas nas batalhas. Se você decidir tomar o alho em forma de comprimido não se esqueça de usar cápsulas de pó. Os processos usados para criar comprimidos de alho destroem a alicina que está presente.

O Alho é uma grande fonte de vitamina B6, a qual é necessária para se ter um sistema imunológico saudável e para o crescimento eficiente de novas células. A vitamina B6 também pode ajudar com o humor e melhorar a sua disposição e alegria!

Alho pode ajudar na prevenção de vários tipos de câncer. O câncer de bexiga, câncer de próstata, câncer de mama, câncer de cólon e câncer de estômago têm sido demonstrado que têm seus tumores reduzidos quando tratados com alho. 

A vitamina B6 se diz ter habilidades de combate ao câncer.
Alho regula o açúcar no sangue, uma vez que aumenta o nível de insulina no sangue. Isto pode ajudar no controle da diabetes. Consultar um médico se você acredita que o uso de alho pode ajudar na sua condição.


Uma palavra de advertência sobre consumir muito alho, em grandes doses, o alho pode ser prejudicial para a sua saúde e você nunca deve tomar mais do que a dose recomendada. Também estar ciente de que as propriedades do alho realmente entrar em sua corrente sanguínea e é por isso que ele é tão eficaz de muitas maneiras. 

O que isto significa, no entanto, é que quando você suar, o alho vai deixar o seu corpo através de seus poros. Muitas pessoas que comem mais do que a quantidade normal de alho aumentaram o odor corporal.

Considere também outra área de sua saúde quando você optar por consumir mais alho do que seus amigos e familiares. Se você é o único a tomar doses crescentes de alho, também mastigue de um a três raminho de salsa após cada dose de alho, isso é recomendado para combater o agradável aroma de alho em seu hálito! Aqueles ao redor de você vão agradecer por isso! Publicado em Janeiro 2014.

Com Informações: Toth 3126

Alho e os seus benefícios para a saúde


Dez surpreendentes benefícios à saúde ao se consumir alho

O Alho é bem conhecido como um remédio natural para se manter a saúde e que ao longo da história humana tem sido muito utilizado por todas as culturas para o tratamento de várias doenças. É extremamente fácil de se obter o alho na maioria dos países e podem ser preparados ou consumidos frescos.

Ele pode ser facilmente incluído na sua alimentação ou pode ser consumido por conta própria. Você não precisa se limitar ao alho fresco também. Alho em pó ou flocos de alho secos são
tão eficazes e super fácil de se manter no armário para o consumo diário.

Recomenda-se que adultos consumam mais de dente cravo de duas ou três vezes por dia e que as crianças com um quarto à metade de um dente, uma ou duas vezes por dia.


Como você vai ver na lista abaixo, alem de ser um saboroso tempero universal de quase todos os pratos cozidos, o alho tem algumas habilidades incríveis para ajudar na saúde em nossas vidas diárias.

Quando usado para fins medicinais, o alho pode ajudar a tratar uma ampla variedade de doenças, bem como fazer o seu jantar ter um gosto incrível .

Se você está interessado em saber como o alho pode ser usado para ajudar na sua saúde, sente-se e leia os nossos 10 benefícios surpreendentes do consumo do alho para nossa saúde!

O alho tem sido usado para ajudar os bebês a ganhar peso enquanto estão no útero. Da próxima vez que você tiver um bebê se preparare para ter bafo de alho. Exceto se você tem um histórico de bebês grandes, caso em que talvez você queira pular as doses extras?

O alho fortalece o sistema imunológico, bem como ajuda a combater infecções no peito, tosse e congestão. Nos meses de inverno o alho é um ótimo alimento para reforçar o seu sistema imunológico e evitar gripes e resfriados. Um remédio popular antigo é comer um dente de alho que foi mergulhado em mel no primeiro sinal de um resfriado. Por que não experimentá-lo e ver se ele funciona para você?

O alho contém altos níveis de iodo o que o torna um produto muito eficaz no tratamento para as condições de hipertireoidismo. O tratamento com alho mostrou melhorar significativamente esta condição.

O escorbuto é tratado pela vitamina C e o alho contém bons níveis de vitamina C também.
O Folclore popular diz que o alho é bom para mais do que assustar vampiros famintos e mantê-los longe! A impotência tem sido tratada com alho, e o tratamento continua em muitas comunidades até hoje. Por que não tentar tratar-se com alho por vários meses antes de ir ao médico para que receite Viagra?

A doença cardiovascular pode ser reduzida por meio da ingestão de alho. O colesterol LDL não é amigo de alho e os depósitos de placas na aorta que se reúnem nas paredes das veias do seu corpo pode ser reduzido com o uso de alho também. Estudos têm demonstrado os benefícios surpreendentes de se ingerir alho em relação à doença cardíaca.


Infecções vaginais fúngicas e bacterianas são eliminadas quando tratadas com alho! Quando esmagado ou moído, o alho libera alicina que é um composto sulfúrico, que é um antibiótico natural. 

Os soldados durante a I Guerra Mundial, usavam alho esmagado em feridas infectadas sofridas nas batalhas. Se você decidir tomar o alho em forma de comprimido não se esqueça de usar cápsulas de pó. Os processos usados para criar comprimidos de alho destroem a alicina que está presente.

O Alho é uma grande fonte de vitamina B6, a qual é necessária para se ter um sistema imunológico saudável e para o crescimento eficiente de novas células. A vitamina B6 também pode ajudar com o humor e melhorar a sua disposição e alegria!

Alho pode ajudar na prevenção de vários tipos de câncer. O câncer de bexiga, câncer de próstata, câncer de mama, câncer de cólon e câncer de estômago têm sido demonstrado que têm seus tumores reduzidos quando tratados com alho. 

A vitamina B6 se diz ter habilidades de combate ao câncer.
Alho regula o açúcar no sangue, uma vez que aumenta o nível de insulina no sangue. Isto pode ajudar no controle da diabetes. Consultar um médico se você acredita que o uso de alho pode ajudar na sua condição.


Uma palavra de advertência sobre consumir muito alho, em grandes doses, o alho pode ser prejudicial para a sua saúde e você nunca deve tomar mais do que a dose recomendada. Também estar ciente de que as propriedades do alho realmente entrar em sua corrente sanguínea e é por isso que ele é tão eficaz de muitas maneiras. 

O que isto significa, no entanto, é que quando você suar, o alho vai deixar o seu corpo através de seus poros. Muitas pessoas que comem mais do que a quantidade normal de alho aumentaram o odor corporal.

Considere também outra área de sua saúde quando você optar por consumir mais alho do que seus amigos e familiares. Se você é o único a tomar doses crescentes de alho, também mastigue de um a três raminho de salsa após cada dose de alho, isso é recomendado para combater o agradável aroma de alho em seu hálito! Aqueles ao redor de você vão agradecer por isso! Publicado em Janeiro 2014.

Com Informações: Toth 3126

Alho e os seus benefícios para a saúde


Dez surpreendentes benefícios à saúde ao se consumir alho

O Alho é bem conhecido como um remédio natural para se manter a saúde e que ao longo da história humana tem sido muito utilizado por todas as culturas para o tratamento de várias doenças. É extremamente fácil de se obter o alho na maioria dos países e podem ser preparados ou consumidos frescos.

Ele pode ser facilmente incluído na sua alimentação ou pode ser consumido por conta própria. Você não precisa se limitar ao alho fresco também. Alho em pó ou flocos de alho secos são
tão eficazes e super fácil de se manter no armário para o consumo diário.

Recomenda-se que adultos consumam mais de dente cravo de duas ou três vezes por dia e que as crianças com um quarto à metade de um dente, uma ou duas vezes por dia.


Como você vai ver na lista abaixo, alem de ser um saboroso tempero universal de quase todos os pratos cozidos, o alho tem algumas habilidades incríveis para ajudar na saúde em nossas vidas diárias.

Quando usado para fins medicinais, o alho pode ajudar a tratar uma ampla variedade de doenças, bem como fazer o seu jantar ter um gosto incrível .

Se você está interessado em saber como o alho pode ser usado para ajudar na sua saúde, sente-se e leia os nossos 10 benefícios surpreendentes do consumo do alho para nossa saúde!

O alho tem sido usado para ajudar os bebês a ganhar peso enquanto estão no útero. Da próxima vez que você tiver um bebê se preparare para ter bafo de alho. Exceto se você tem um histórico de bebês grandes, caso em que talvez você queira pular as doses extras?

O alho fortalece o sistema imunológico, bem como ajuda a combater infecções no peito, tosse e congestão. Nos meses de inverno o alho é um ótimo alimento para reforçar o seu sistema imunológico e evitar gripes e resfriados. Um remédio popular antigo é comer um dente de alho que foi mergulhado em mel no primeiro sinal de um resfriado. Por que não experimentá-lo e ver se ele funciona para você?

O alho contém altos níveis de iodo o que o torna um produto muito eficaz no tratamento para as condições de hipertireoidismo. O tratamento com alho mostrou melhorar significativamente esta condição.

O escorbuto é tratado pela vitamina C e o alho contém bons níveis de vitamina C também.
O Folclore popular diz que o alho é bom para mais do que assustar vampiros famintos e mantê-los longe! A impotência tem sido tratada com alho, e o tratamento continua em muitas comunidades até hoje. Por que não tentar tratar-se com alho por vários meses antes de ir ao médico para que receite Viagra?

A doença cardiovascular pode ser reduzida por meio da ingestão de alho. O colesterol LDL não é amigo de alho e os depósitos de placas na aorta que se reúnem nas paredes das veias do seu corpo pode ser reduzido com o uso de alho também. Estudos têm demonstrado os benefícios surpreendentes de se ingerir alho em relação à doença cardíaca.


Infecções vaginais fúngicas e bacterianas são eliminadas quando tratadas com alho! Quando esmagado ou moído, o alho libera alicina que é um composto sulfúrico, que é um antibiótico natural. 

Os soldados durante a I Guerra Mundial, usavam alho esmagado em feridas infectadas sofridas nas batalhas. Se você decidir tomar o alho em forma de comprimido não se esqueça de usar cápsulas de pó. Os processos usados para criar comprimidos de alho destroem a alicina que está presente.

O Alho é uma grande fonte de vitamina B6, a qual é necessária para se ter um sistema imunológico saudável e para o crescimento eficiente de novas células. A vitamina B6 também pode ajudar com o humor e melhorar a sua disposição e alegria!

Alho pode ajudar na prevenção de vários tipos de câncer. O câncer de bexiga, câncer de próstata, câncer de mama, câncer de cólon e câncer de estômago têm sido demonstrado que têm seus tumores reduzidos quando tratados com alho. 

A vitamina B6 se diz ter habilidades de combate ao câncer.
Alho regula o açúcar no sangue, uma vez que aumenta o nível de insulina no sangue. Isto pode ajudar no controle da diabetes. Consultar um médico se você acredita que o uso de alho pode ajudar na sua condição.


Uma palavra de advertência sobre consumir muito alho, em grandes doses, o alho pode ser prejudicial para a sua saúde e você nunca deve tomar mais do que a dose recomendada. Também estar ciente de que as propriedades do alho realmente entrar em sua corrente sanguínea e é por isso que ele é tão eficaz de muitas maneiras. 

O que isto significa, no entanto, é que quando você suar, o alho vai deixar o seu corpo através de seus poros. Muitas pessoas que comem mais do que a quantidade normal de alho aumentaram o odor corporal.

Considere também outra área de sua saúde quando você optar por consumir mais alho do que seus amigos e familiares. Se você é o único a tomar doses crescentes de alho, também mastigue de um a três raminho de salsa após cada dose de alho, isso é recomendado para combater o agradável aroma de alho em seu hálito! Aqueles ao redor de você vão agradecer por isso! Publicado em Janeiro 2014.

Com Informações: Toth 3126
Phonte: http://www.naturalblaze.com

Por Redação RadioJovem
A doença mata cerca de 13 mil homens por ano. Ouça e baixe 3 matérias com dicas do oncologista Fernando Maluf. [Baixe 3 spots e texto para locução, com 8 sonoras].
Por ano, são feitos no Brasil cerca de 69 mil diagnósticos de câncer de próstata. Para conscientizar homens sobre a importância da prevenção e diagnóstico desse tipo de câncer, entidades médicas em todo o mundo iniciam neste mês campanha chamada Novembro Azul. No Brasil, a campanha foi lançada na segunda-feira, 1º de novembro, durante o 35º Congresso Brasileiro de Urologia, no Rio de Janeiro.
O movimento surgiu na Austrália, em 2003, durante o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, em 17 de novembro.
De acordo com o médico Alfredo Canalini, membro da Comissão de Comunicação da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), o foco da campanha é conscientizar os homens para que façam o exame de próstata, principalmente aos 50 anos, “e mais ainda para aqueles que são do fator de risco, que envolve história familiar forte para câncer de próstata e homens afrodescendentes”.
O urologista explicou que a doença não apresenta sintomas na fase inicial. Quando o câncer de próstata começa a dar sintomas, a doença já está avançada. O câncer de próstata é o mais frequente entre os homens.
Alfredo Canalini destacou que com o aumento da longevidade, a incidência da doença aumentou. “Mais da metade dos tumores malignos de próstata aparece nos homens acima de 65 anos de idade”.
Durante o mês de novembro, especialistas da SBU farão palestras em todo o país para informar e orientar a população masculina a respeito da próstata e também as mulheres. “Elas são as grandes agentes de saúde. São elas que conversam com os maridos e os levam para o médico”, ressaltou Canalini.
Tocador de áudio
Foto: Divulgação

ArquivosPreviewBaixar
SONORA_1.mp3
SONORA_2.mp3
SONORA_3.mp3
SONORA_4.mp3
SONORA_5.mp3
SONORA_6.mp3
SONORA_7.mp3
SONORA_8.mp3
SPOT-01-161109-CANCER_PROSTATA.mp3
SPOT-02-161109-CANCER_PROSTATA.mp3
SPOT-03-161109-CANCER_PROSTATA.mp3
+ Apenas 10 por cento dos homens fazem o exame de toque./ É o que revela uma pesquisa do Instituto Lado a Lado pela Vida realizada em todo o Brasil./ O exame de toque pode detectar o câncer de próstata na fase inicial./ Por ano a doença mata mais de 13 mil homens./ O número de casos ultrapassa a casa dos 60 mil./
Para que o diagnóstico seja correto, o homem deve fazer dois exames./ O de sangue, chamado PSA, e o de toque./ Eles são complementares./
Se diagnosticada precocemente, o câncer de próstata tem 90% de chances de cura./ A pesquisa também revela que 32 POR CENTO conhecem alguém que teve câncer de próstata./ Mesmo assim isso não aumenta as chances de buscarem prevenção./

+DE BRASÍLIA...



Por Redação RadioJovem

galery